História

O Colégio Elisa Andreoli é uma instituição de ensino particular, confessional, que pertence à Congregação das Servas de Maria Reparadoras. Nos seus últimos anos apresenta a média de 1.900 alunos, o que o enquadra como um estabelecimento grande de ensino. Tal classificação o faz crescer, constantemente, em espaço físico, tecnológico, operacional e, sobretudo, no seu fazer pedagógico. Todos os esforços neste crescimento é em função da comunidade acadêmica, que é o objetivo e o fim da instituição.

No Projeto Pedagógico, há o equilíbrio quanto à participação dos profissionais que integram a equipe de colaboradores do Elisa, que trabalham na formulação do planejamento conforme a realidade social do colégio e exigências atuais do ensino. Para responder a esta necessidade, há rigor na contratação e no aperfeiçoamento do pessoal, através de acompanhamento e supervisão. A avaliação está presente no cotidiano, pela observação constante da relação professor-aluno, donde se colhem elementos para uma avaliação maior e programada.

Busca-se uma cumplicidade entre todos os setores, eliminando-se distâncias e conscientizando-se de que a criatividade e postura correta de cada educador e educadora contribuem fundamentalmente para a construção do todo, do projeto maior da escola, ou seja, a busca da felicidade de todos: educandos, educadores e demais profissionais envolvidos.

Embora a Congregação das Servas de Maria Reparadoras tenha se constituído em 1921 no Brasil, foi em 18 de fevereiro de 1965 que três de suas irmãs: Madre Flávia Andretta, Ir. Sandra Bozzo e Ir. Francisca Marcom chegaram a Barreiros, São José – SC. Aqui elas iniciaram sua missão na atividade educativa e pastoral sendo acolhidas calorosamente pelas famílias do local.

No dia 15 de março de 1965, iniciaram-se as aulas para 90 alunos do Jardim de Infância e Classe de Alfabetização, num pequeno espaço de uma casa residencial localizada na Rua José Victor da Rosa, onde hoje se encontra um condomínio residencial. No entanto, esta obra estava apenas começando, pois as irmãs que aqui chegaram não exitaram em pensar num colégio maior, num lugar privilegiado onde crianças e adolescentes pudessem crescer a nível: intelectual, social e humano.

O Colégio que inicialmente chamou-se Stella Maris, por estar próximo ao mar, logo foi batizado com o nome daquela que acreditou no chamado de Deus, dedicou sua vida ao próximo e a missão da educação: “Elisa Andreoli” fundadora da Congregação das Servas de Maria Reparadoras.

O Elisa, como hoje é conhecido pelos alunos, vem crescendo com ambientes mais adequados de acordo com às necessidades atuais: possui computadores, lousas interativas, ginásios de esportes amplos, sistema acadêmico integrado. Outro elemento que diferencia o Elisa são os recursos humanos: professores com formação específica e muitos deles com mestrado e doutorado e uma equipe administrativa que atende a família do educando com competência e praticidade.

São 50 anos sem perder de vista o sonho das primeiras irmãs: fazer do Elisa o lugar dos primeiros passos aos primeiros sonhos.

0101
0202
elisa_andreoli_colegio_florianopoliselisa_andreoli_colegio_florianopolis
Styling Reset settings
Demo Site
Layout Style
Colors
  • Base 1
  • Base 2
  • BG color
Background
Fonts (630+ fonts available in admin panel)